A vida dos moradores de rua

Moradores de Rua

O vídeo mostra pessoas que moram nas ruas por necessidade, falta de dinheiro, até pessoas que optaram por esta condição, devido aos vícios ou simplesmente a saída de casa por motivos particulares.

Existem alguns programas mantidos pelo poder público que auxiliam esses moradores. Um deles, atuante em Ribeirão Preto, é o CETREM (Central de Triagem e Encaminhamento ao Migrante e Morador de Rua) seu levantamento revela que entre 2013 e 2014, o número de pessoas vivendo nas ruas saltou de 414 para 505, aumentando em 22%. A pesquisa realizada pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) revela que 97% são usuários de drogas.

A maior parte dos moradores de rua são do sexo feminino, sendo que dos 505 registrados pelo CETREM  106 são homens e 399 mulheres, 75% são de Ribeirão, têm família, mas permanecem nas ruas pelo uso das drogas.

Thamires Bougleux

 

ReproduzirReproduzir